Parece frase de efeito ou de título de música, que pelos 50 anos de aniversário, padece no esquecimento.

Tema de lutas e combate a restrição de liberdades, que em um momento político brasileiro tão conturbado, tornou-se lema de movimentos sociais espalhados pelo território, no sentido de conduzir a um processo de redemocratização. Jargão de luta por liberdades cassadas: “quem sabe faz a hora, não espera acontecer”, tornou-se meio de chamamento e responsabilidade da união de pessoas por um mesmo objetivo.

O tema desse texto não é esse, muito embora, pelo contexto educacional também poderia se valer.

Clique aqui para conferir a matéria completa e o álbum de fotos!