O egresso Pedro Vergara, que concluiu a graduação na Dom Helder em 2016, conquistou o quarto lugar em concurso para Delegado da Polícia Civil do Amapá. A nomeação ocorreu em junho deste ano e Pedro já se encontra no exercício da função. “Eram 24 vagas divididas em quatro regiões, com seis vagas para cada. Fiquei em primeiro lugar na 1º etapa. No final do concurso, fiquei em quarto lugar”, conta o egresso.
 
Para conquistar a aprovação, Pedro começou com uma rotina de quatro horas diárias de estudo, que foi ampliada para 10h a 12h nos meses anteriores ao concurso. “Estudava por livros e fazia questões ao final. Fazia revisões, são essenciais. Não fiz cursinho. A etapa mais difícil foi a oral, estudava cerca de 12h por dia, sozinho”, lembra Pedro.
 
De acordo com o egresso, a experiência na Dom Helder foi um dos fatores que contribuíram para o excelente resultado. “Foi uma faculdade em que encontrei todo o respaldo necessário para engrandecer meus conhecimentos. Lembro muito do professor Vinícius, de Processo Civil, que sempre me deu dicas e força para estudar”, afirma Pedro.
 
Entre os diferenciais da Dom Helder, o egresso destaca a infraestrutura, a biblioteca e o método de ensino, além da seriedade e a organização. “Sem dúvida é uma Escola diferenciada, a biblioteca é muito boa. Do mesmo modo que eu estudava durante a graduação, eu estudei para o concurso. O sistema com três provas obriga o aluno a estar sempre estudando. Eu fazia questão de ir bem nas três provas”, aponta Pedro.
 
Concurso
 
Toda a preparação, estruturada em quatro pilares (doutrina, jurisprudência, questões de concursos e revisões), trouxe segurança ao egresso, que realizou todas as etapas com a convicção de que seria aprovado. “Estava bem preparado e com muita determinação. Fui para as etapas com a certeza de que saberia responder as questões, ou seja, fui seguro”, completa.
 
Reconhecimento
 
Atualmente, Pedro desempenha sua função na cidade de Calçoene, no interior do Amapá, que possui 10 mil habitantes. “Estou numa cidade pequena, que não tinha delegado. A população é muito grata pelo trabalho que venho fazendo. Diariamente me agradecem, isso traz uma satisfação profissional. Olho para trás e vejo que valeu a pena. Todos os livros que li, a faculdade que escolhi e o empenho em lograr a aprovação”, afirma.
 
Confira as fotos: