O Reitor Paulo Umberto Stumpf iniciou a reunião
Por Larissa Troian

A manhã do último sábado (9) foi marcada por mais uma reunião dos professores. Pautas como Enade e NDE foram debatidas durante o evento.

O Reitor da Dom Helder Escola de Direito, Paulo Stumpf, iniciou a reunião desejando as boas-vindas aos presentes e apresentando as retrospectiva do ano passado: “Na área de graduação, nosso esforço no ano passado foi implementar alguma das atividades de desenvolvimento tecnológico, além da integração de iniciação à pesquisa. Tivemos inovações em Direito e Tecnologia e Engenharia, com aulas e seminários, além do Projeto Startup. Contamos também com a expansão do TRI-e e do EcoDom. Tivemos ainda a efetivação da comissão de intercâmbio e do tribunal de debate sobre Direito. Na pós-graduação, ano passado, foi efetivado o projeto de Doutorado da Dom Helder, além de várias outras coisas”.

O reitor finalizou suas considerações com o poema “Mineralogia”, de Mário Chamie.

Em seguida, a Pró-reitora de Ensino, Anacelia Santos Rocha, juntamente com os professores Edmilson Ferreira e Rogério Vieira, debateu sobre o retorno do Enade; as novas metodologias para os seminários temáticos e sobre o NDE: espaço de aprendizagem e tecnologia e eleição para compor o NDE. O professor Rogério discutiu sobre os temas a serem trabalhados no fim do semestre para o NEP. Já o professor Edmilson orientou a respeito do EAD.

Logo após, o Pró-reitor de Extensão, Francisco Haas, abordou sobre as bolsas de estudo dentro da instituição: “A Dom Helder, mesmo não sendo filantrópica, isto é, paga todos os impostos, têm só de bolsas de estudo mais de 8 milhões por ano. Grande parte dessas bolsas são para o Direito Integral, mas tem, também bolsas de estudo da Educafro, Movimento EcoDom, Monitoria e descontos através de convênios.  A Dom Helder concede a bolsa e exige excelência no Direito Integral - aproveitamento de 80%. Na monitoria, Educafro, Movimento EcoDom exige a  contrapartida. No caso das bolsas de estudo do Movimento EcoDom, os alunos dão a contrapartida no projeto socioambiental, que em 2019 tem a proposta de fazer parceria em 150 escolas estaduais de ensino médio em Belo Horizonte e região Metropolitana de Belo Horizonte”.

A Pró-reitora de Pesquisa, professora Beatriz Souza Costa, assumiu a palavra em seguida: “Nos próximos dias, nós teremos a Jornada Científica que equivale a mais 5h de atividades. Nela, assim como no ano passado, debateremos sobre metodologia e formação de pesquisadores. Para este ano teremos a participação de quatro professores de fora de Minas Gerais, além dos professores daqui”.

Finalizando a primeira parte da reunião, o professor José Adércio comentou sobre a aprovação do Doutorado na Escola Superior Dom Helder Câmara: "Na área de Direito foi o único Doutorado de uma instituição privada no Sul e no Sudeste, por conta de uma política de evitar aumentar a concentração de novos programas de Mestrado e Doutorado nessas regiões; a ênfase foi dada a cursos no Norte, Nordeste e Centro Oeste. Então, o que fez com que nosso programa tivesse o Doutorado, foi o projeto muito bem elaborado, com certeza, mas sobretudo o reconhecimento de que a Dom Helder virou um núcleo de excelência".

Por volta de 10h30, os professores tiveram a pausa para o café, e em seguida foram encaminhados ao nono andar, onde foram separados por área de estudo para análise dos conteúdos e bibliografias básica e complementar. Além disso, os professores decidiram por quem irá compor o NDE.

A reunião acabou por volta de 12h15

Atentos, os professores acompanharam as retrospectivas de 2018
Atentos, os professores acompanharam as retrospectivas de 2018
Os professores Gilmar Pereira e Maria Flávia Máximo
Os professores Gilmar Pereira e Maria Flávia Máximo
Professores novatos se apresentaram durante a reunião
Professores novatos se apresentaram durante a reunião
Djoá Ferreira, Estevão D'avila, Gesun Fernando e Carlos Henrique durante o café da manhã
Djoá Ferreira, Estevão D'avila, Gesun Fernando e Carlos Henrique durante o café da manhã
O professor Rogério Fonseca
O professor Rogério Fonseca
Anacelia Rocha, Pró-reitoria de Ensino
Anacelia Rocha, Pró-reitoria de Ensino
O professor Edmilson Ferreira
O professor Edmilson Ferreira
Francisco Haas, Pró-reitor de Extensão
Francisco Haas, Pró-reitor de Extensão
Beatriz Souza Costa, Pró-reitoria de Pesquisa
Beatriz Souza Costa, Pró-reitoria de Pesquisa
Professores durante o segunda lanche da manhã
Professores durante o segunda lanche da manhã
Professores da área do Direito Tributário
Professores da área do Direito Tributário
Professores da área do Direito Administrativo
Professores da área do Direito Administrativo
Professores da área do Direito do Trabalho, Processual do Trabalho e Previdenciário
Professores da área do Direito do Trabalho, Processual do Trabalho e Previdenciário
Professores da área de Estágio
Professores da área de Estágio
Professores da área do Direito Penal
Professores da área do Direito Penal
Professores da área do Direito Processual Civil
Professores da área do Direito Processual Civil
Professores da área do Direito Empresarial
Professores da área do Direito Empresarial
Professores da área do Direito Civil e Consumidor
Professores da área do Direito Civil e Consumidor
Professores da área do Direito Processual Penal
Professores da área do Direito Processual Penal
Professores da área do Propedêutica
Professores da área do Propedêutica
Professores da área do Propedêutica
Professores da área do Propedêutica
Professores da área do Direito Constitucional, Ambiental e Internacional
Professores da área do Direito Constitucional, Ambiental e Internacional
Professores da área do Direito Empresarial
Professores da área do Direito Empresarial
O segundo lanche foi servido por volta de 10h30
O segundo lanche foi servido por volta de 10h30
O professor José Adércio abordou sobre a aprovação do Doutorado na Dom Helder
O professor José Adércio abordou sobre a aprovação do Doutorado na Dom Helder