A professora Sophia Goreti Rocha Machado, que integrou o corpo docente da Dom Helder Escola de Direito, atua agora como juíza do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). O concurso teve mais de 14 mil inscritos e foram ofertadas 120 vagas. Ao final das cinco etapas do certame (provas objetiva, dissertativa, de sentença, oral e títulos), 102 candidatos foram aprovados. Desse total, 70 foram empossados como juízes substitutos no dia 29 de agosto, em cerimônia no edifício sede do Tribunal. Entre eles estava a professora Sophia, que conquistou a 35ª colocação no concurso, regido pelo Edital 1/2018. Os outros 32 candidatos tomarão posse em breve, de acordo com informações do TJMG.

Em abril deste ano, Sophia Goreti foi aprovada em primeiro lugar no LVI Concurso de Promotor de Justiça Substituto do Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), cargo que ocupava desde então. “Optei por me desligar do Ministério Público. Embora extremamente grata pela oportunidade de viver essa experiência abençoada, escutei meu coração, que pediu para vir ser juíza. Terei sempre muito carinho e respeito pelo MP, assim como pela OAB. Levo para a magistratura aprendizados extraídos de ambas as vivências, o que acredito que me fortalecerá como juíza na atuação prática”, conta a professora.

Graduada em Direito pela UFMG, Sophia é mestre em Direito Econômico, Financeiro e Tributário pela USP e especialista em Direito Tributário pela Faculdade Milton Campos. Atuou como advogada na área de Direito Tributário e ministrava as disciplinas de Direito Tributário e Administrativo na graduação da Dom Helder Escola de Direito.

Confira abaixo registro da posse:
Nelson Messias, presidente do TJMG, professora Sophia Goreti e Áurea Maria Brasil, vice-presidente do TJMG.
Nelson Messias, presidente do TJMG, professora Sophia Goreti e Áurea Maria Brasil, vice-presidente do TJMG.